Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://cisosemjuizo.blogs.sapo.pt

"Louco? Loucos são os Loucos que me chamam Louco mas que não conseguem ver a genialidade da minha Loucura!"

http://cisosemjuizo.blogs.sapo.pt

"Louco? Loucos são os Loucos que me chamam Louco mas que não conseguem ver a genialidade da minha Loucura!"

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Vida

por Narciso Santos, em 20.12.18

A vida tem destas coisas... um dia somos luz.. outro dia apenas a sombra do que fomos outrora.. Trata-se de um facto.. e eis que no meio do desespero.. ansiedade.. surge a velha questão existencial.. "qual a nossa função? porque existimos?"...

Lembrando a frase que vi no filme "BraveHeart" - "Todos os homens morrem.. mas nem todos chegam realmente a viver."

- Eu nasci. nasci no dia em que aprendi a sonhar.. Nasci no dia em que percebi que mais importante que ser bonito ou ter dinheiro ou uma imagem.. era ser livre, autentico, e verdadeiro... Nesse dia.. compreendi, que fui posto neste mundo para Viver.. é essa a minha missão.. viver.. aprender.. ensinar.. sentir.

BOM DIA!


Vida / Viver

por Narciso Santos, em 06.12.18

A vida tem destas coisas... um dia somos luz.. outro dia apenas a sombra do que fomos outrora.. Trata-se de um facto.. surge a velha questão existencial.. "qual a nossa função? porque existimos?"...

Lembrando a frase que vi no filme "BraveHeart" - "Todos os homens morrem.. mas nem todos chegam realmente a viver."

- Eu nasci. nasci no dia em que aprendi a sonhar.. Nasci no dia em que percebi que mais importante que ser bonito ou ter dinheiro ou uma imagem.. era ser livre, autentico, e verdadeiro... Nesse dia.. compreendi, que fui posto neste mundo para Viver.. é essa a minha missão.. viver.. aprender.. ensinar.. sentir.

Bora VIVER!!!

Bom Dia de Quinta Feira!


(Sobre) VIVER!

por Narciso Santos, em 03.01.18

O nosso futuro jamais deverá estar condicionado ao nosso passado! Passado é o que já foi ... está lá atrás! Recordamos, passamos lustro ao saudosismo e voltamos ao presente com o travo ora amargo ora doce da recordação. O passado de certa forma constrange, porque nos baseamos no que já foi feito e não dá para passar a borracha e apagar. O futuro intimida porque não o escreveremos a lápis (...) será escrito a tinta permanente! As decisões que tomarmos serão impossíveis de apagar amanhã! Passado, presente e futuro são apenas limitações temporais do vaivém de opções e experiências que a vida representa! O que vale, o que realmente conta não são os golos que ficaram por entrar, a dor de cabeça que estás a sentir, ou o tempo previsto para amanhã (...) o que importa é viver! Quem sobreviver é bem mais simples. É acordar e deixar passar o dia e não ter expectativas que o amanhã seja igual ao que já foi outrora. O problema é que o tempo passa... o mundo muda as pessoas... as pessoas mudam o mundo. E quem sobrevive das duas uma: ou se enterra no que foi e jamais voltará a ser (...) ora decide viver! A sobrevivência para muitos poderá ser encarada como capacidade de viver no limite " fulano sobreviveu 15 dias sem comer", para outros o foco estará voltado para dentro se si " sobrevivo pois não consigo viver". De qualquer das formas não deveríamos sobreviver (...) perdemos algo... pois que se foda, toca a tirar a cabeça da areia e procurar nas coisas simples e triviais da vida algo que nos faça recordar aquilo que um dia fomos e que nos permita ganhar impulso não para ser mas para voltar a viver!


Vida

por Narciso Santos, em 07.12.17

A vida tem destas coisas... um dia somos luz.. outro dia apenas a sombra do que fomos outrora.. Trata-se de um facto.. surge a velha questão existencial.. "qual a nossa função? porque existimos?"...

Lembrando a frase que vi no filme "BraveHeart" - "Todos os homens morrem.. mas nem todos chegam realmente a viver."

- Eu nasci. nasci no dia em que aprendi a sonhar.. Nasci no dia em que percebi que mais importante que ser bonito ou ter dinheiro ou uma imagem.. era ser livre, autentico, e verdadeiro... Nesse dia.. compreendi, que fui posto neste mundo para Viver.. é essa a minha missão.. viver.. aprender.. ensinar.. sentir.

Bora VIVER!!!

Bom Dia que sabe a "Sexta Feira"!


Reticências...

por Narciso Santos, em 25.07.17

És frágil… estás só no meio de tanta gente… num turbilhão de empatias... que sabes que serão responsáveis pela tua descida ao duro e doce estado de melancolia onde as lágrimas já não escorrem... onde os sorrisos são meras máscaras forçadas utilizadas para enganar o sol que brilha lá longe…

Sentes-te sozinha, só querias saber o caminho... o passo que dar... mas julgas-te sem forças... julgas-te fraca... queres sentir aquele cheiro de quem abraça quem ama... queres sentir aquele calor que te enche os olhos luz...

Apetece-te estar sozinha longe de todos os teus problemas... e quanto mais corres para chegar aquela montanha onde o por do sol demora horas... e a lua brilha sempre acompanhada por um mar de estrelas... onde consegues ver as ondas do mar... e sentir o vento dançar pelos campos doirados do trigo... quanto mais corres... mais os teus problemas te aparecem pela frente... duros e frios como paredes de cimento... sentes-te um labirinto onde a luz não chega... onde só encontras saídas dolorosas...

Estás carente... queres apoio... queres um beijo que te encha a alma... querias ter força para sonhar... para continuar... continuar a viver daquela fonte tão utópica como bela que é o amor puro..

Eu conheço alguém que te ama...

Eu conheço alguém que se te conhecer melhor... se te compreender... se souber o que tu realmente queres... te poderá ajudar... Eu conheço alguém que promete que vai tentar sempre ser o mais justa e sincera contigo...

Eu conheço... é aquele vulto de olhos sem brilho, de postura derrotada que tu encontras no espelho... sempre que te vais convencer de que vale a pena viver...


Sonhos!

por Narciso Santos, em 20.07.17

Sentei-me no mesmo lugar de sempre.. naquela duna virada para o mar.. onde o vento não sopra.. e chega o reflexo do sol alaranjado que depressa se vai por lá no horizonte.. sentei-me e senti que naquele dia algo estava diferente.. um cheiro doce no ar.. uma energia.. que percorria um corpo já estafado.. uma energia que me fazia fechar os olhos, e sorrir... sentir o sol que ainda brilhava e aquecia como se um sopro carinhoso se tratasse.. era uma energia que me fazia sonhar.. sonhar.. com um cenário idílico.. Sonhar com uma praia. com uma duna, com um por do sol, contigo.. ao meu lado a olhar o mar, sentados tão próximos que nem era preciso tocar para sentirmos a pele um do outro.. Sonhos.. e mais sonhos.. Sonhos que eu tenho aqui neste meu cantinho nesta duna perdida numa praia já esquecida com um mar já rendido a um por do sol tão belo como singular... á dias assim... dias em que sonhamos viver o que vivemos.. mas com a pessoa que gostamos do nosso lado.. partilhando da mesma sensação que nos enche a alma e nos faz sonhar...


Aprende

por Narciso Santos, em 24.01.17

Quando se aprende!

“Quando se aprende a ser ponte e não um muro, tudo se transforma!

Quando se aprende a confiar em si mesmo, e não esperar que os outros confiem, a mudança surge!

Quando se aprende a olhar com os olhos do coração, a beleza se apresenta!

Quando se aprende a sentir a plenitude da vida, a dor desaparece!

Quando se aprende que para surgir o progresso, a mudança participa activa, os caminhos se abrem!

Quando se aprende que não existe o acaso, tudo o que é aparentemente “ruim” percebe-se que é lição, surge o crescimento!

Quando se aprende, que a vida é constante aprendizado, a humildade se faz presente!

Quando se aprende, que o truque para receber é se doar, cessam as cobranças e as exigências.

Quando se aprende a silenciar, observar, abençoar, agradecer, agir… Os sonhos se realizam, serenamente, docemente…

Quando se aprende que soltar e deixar livre, na verdade prende… Aprende-se a ser leve, intenso, sóbrio na mente e no coração… Então sim, tudo acontece, delicadamente!

E todos, desejam a nossa presença… A simples presença!”

A vida é assim... Vivendo e aprendendo...


Gostava de Viver

por Narciso Santos, em 18.01.17

 

Fonte: https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/564x/12/27/49/1227494b70c4c94fc62849de6d57586d.jpg

Gostava de viver a vida de uma forma tão tresloucada como irresponsável  procurar a adrenalina a cada fôlego de pulmões cheios... Dançar com a morte, rir-me do medo, viver no limite.. Sentir-me um solitário cheio de si, em completa comunhão com a sua insanidade.. sem me importar com a descriminação de que seria alvo.. Todos os dias saber que olhar um por do sol seria algo completamente extasiaste cheio de significado, percebendo que não existem dois instantes iguais... Queria não ter medo da morte.. corrigindo.. queria não ter medo de Viver...

Não quero mais escrever sobre coisas tristes... procurando nos meus textos empatias descartáveis.. sentimentos momentâneos..

Estou perturbado.. novamente esta instabilidade que me faz apagar e re-escrever frases pseudo-sinceras que instantaneamente concordo e discordo, a escrita não flui, a mente num conflito em busca de um estado de espírito mais estável...

Gostava de vos escrever coisas bonitas.. gostava de vos ser sincero.. gostava de ser sincero comigo..

Gostava de poder acabar este texto com uma frase inteligente profunda.. que vos fizesse pensar e me deixa-se orgulhoso pela sua criação...

Mas há dias, em que apenas consigo receber... há noites em que só penso num beijo, noites em que a ausência de afecto parece incomodar mais...

"Vive depressa, morre novo, e deixa um cadáver bonito"


A Vida!

por Narciso Santos, em 10.01.17

Fonte: http://www.wishirt.com/image/cache/data/products/420/avidaseriaperfeita-600x600.jpg

A minha vida dava um filme, as aventuras, as desventuras eu e os meus amigos malucos, a denominada MaltaMaltinha mas chega um momento em que se tem que por um travão e repensar no que queremos dela, não podemos ser os putos de 15 anos para sempre, mesmo esse tempo trazendo grandes saudades, os exageros, as noitadas, as porradas(Stray espero que tenhas ganhado juízo), os torneios de futebol,…

A famosa noite dos Silence 4 que se tornou, numa noitada, e no melhor jogo de sempre que alguma vez alguma equipa do Rio Ave fará. Sim esses tempos de pretender ser um Figo (não havia CR7 no meu tempo) na equipa do Rio Ave…

A José Régio, a Associação de Estudantes, a Universidade, enfim um turbilhão de situações que passei por esta vida, mas evoluímos e “crescemos” e esta vida termina, dando azo a uma nova forma de viver, dando azo a criar novas vidas…

Neste momento sou um golfinho a nadar num aquário cheio de tubarões (o mundo é um lugar cheio de tubarões), mas eu não quero-me poluir e tornar-me num tubarão, porque tornar-me num deles seria renunciar o que fui, o que sou e o que serei, e isso seria faltar com os meus amigos e com aqueles que me fizeram o que sou neste momento, por isso cá vou aguentando, sabendo que tenho amigos, espalhados, mesmo não os encontrando as vezes que gostaria, e morrendo de saudades sei que nunca estarei só.

Na vida uma coisa é certa, o nosso corpo envelhece, a pele enruga, podemos ter de começar a usar bengala (tal como qualquer produto temos prazo de validade). Mas uma coisa que temos de fazer, é não deixar que a vida nos transforme em algo que não gostamos, devemos sempre manter o que somos, quer as pessoas gostem ou não.

O importante é sabermos quem somos e não deixarmos nada nem ninguém mudar-nos (só se for para melhor).

Se temos saudades de fazer algo que fazíamos antes, então que o façamos, ignorando o que as pessoas pensem, façamos aquilo que há muito tempo não fazíamos, mesmo que seja uma brincadeira de criança ou algo infantil, mas deixemo-nos soltar de vez em quando para fazer aquilo que temos saudades.

Não se deve deixar o mundo viver a nossa vida, mas devemos nós viver a nossa vida neste mundo.

So, Whats this life for?

Ser FELIZ.

 

 

 


Never Back Down

por Narciso Santos, em 27.12.16

 

Gostei desta frase “as pessoas são um mundo dentro do mundo”, eu claro sou logo uma constelação. E, hoje, inspirado ou não, pelas bolachas de água e sal que se encontram em cima da minha secretária, escreverei umas linhas, sem qualquer rigor científico, sem qualquer substância, sem qualquer …, até diria sem qualquer palavra, mas isso seria deixar um texto em branco, um dia deixarei um texto em branco para ser completado por alguém, uma página em branco, uma tábua rasa…. Mas, sim, ao sabor daquilo que é a substância do mundo: a sua gente. Gente que transpira, respira, sente, vive, faz, acontece. Gente que é. Sim essa gente rara mas que existe se procurar-mos muiiiiiitooooo bem…

Que raio substâncias, mundo, pessoas, isto nem parece meu, narcisista e a falar de outros ou não…O que o Rugby nos pode ensinar? Esse desporto essas palavras são poderão ser estendidas a toda a existência. À capacidade de desdobramento em pai, mãe, filho, marido, esposa, profissional, colega, amigo, primo (...), do ser humano.

O Haka, não sei mas gosto daquilo, parece uma sinfonia harmoniosa sobre campo que nos faz reflectir na entreajuda e na equipa e catapultarmos para a vida e para o mundo, CORAGEM mesmo.

O compromisso, a promessa, o mote é “nunca desistir”. É necessário jogar em equipa, entender a mesma como um conjunto de pessoas muito diferentes. Equipa rima com respeito pelas diferentes opiniões, com humildade, com estímulos constantes. E aqueles tipos não desistem e lutam não por si mas por um todo, pois o todo o mais importante do que o individual e acho que deveria ser este mote no mundinho que vivemos. Os supostos Lideres pensam em quem, nas pessoas ou neles?

Liderar faz-se de consistência, de despertar curiosidade, de lealdade, de transparência, de abertura. Ora bem deixa lá ver no mundo um que faça somente metade disto…. Nenhum!

Acho que muitos (pseudo?) líderes se esquecem do quão importante é a motivação. De que as pessoas gostam de se sentir especiais, envolvidas. É necessário, em tudo, “regar a planta”. Falar com a planta faz ela crescer mais rapidamente e melhor…

É necessário que se ausculte o mundo; que se perceba que o stress não existe quando estamos comprometidos com a vida; que quando temos um objectivo, o tempo voa;  que precisamos de sonhar, ser menos autistas, mais sonhadores, acreditar mais, procurar o extraordinário em cada detalhe, saber estar com os outros com humildade; fomentar o sentido de partilha, o espírito de responsabilidade; ter coragem para arriscar, ser diferente, ser audaz, ter uma força mental fantástica e um poder de acção sem igual. Porque pior do que tomar uma má decisão é não tomar decisão alguma.

“Não sigas caminhos feitos, abre antes o teu caminho e deixa um trilho”, como já referenciei num post anterior não gosto de andar por caminhos já trilhados e gosto de fazer os meus próprios caminhos e as minhas próprias regras e cometer os meus próprios erros pois assim crescerei como pessoa e ser humano.

Tudo se consegue, basta acreditarmos e trabalharmos para tal.

Não dá para viver sem magia. Nem era a mesma coisa...

CSJ

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Favoritos