Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://cisosemjuizo.blogs.sapo.pt

"Louco? Loucos são os Loucos que me chamam Louco mas que não conseguem ver a genialidade da minha Loucura!"

http://cisosemjuizo.blogs.sapo.pt

"Louco? Loucos são os Loucos que me chamam Louco mas que não conseguem ver a genialidade da minha Loucura!"

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Maybe Its Time!!!!

por Narciso Santos, em 16.05.19

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=RdljoTFMhO4

Pensamos que Somos Grandes, porque não olham o mar? Pelo menos não o olhamos verdadeiramente. O mar é imenso e faz umas melodias eternas, o mar esse elemento da natureza que funciona como o melhor xanax que possa existir e ao mesmo tempo esse mar que aglutinou, aglutina tantas almas... Também porque não olhamos de verdade para o céu?
Nunca pensamos na distância das estrelas, quando olhamos para elas. Hoje, a lua está imensa, branca e redonda, pendurada na minha janela, pelos menos sonho que ela encontra-se desta forma, pois já não sei ver a lua... Fiquei com receio que ela resolvesse entrar.
Mas nesse instante, pensei...por que raio entraria justamente no meu quarto. Só porque nas noites em que ela me aparece inteira, toda feita de madrepérola, fico a olhar o céu enfeitiçado...só por isso...
Mas tal qual uma Alice no país dos espantos, encantos, maravilhas, fui diminuindo, diminuindo até ficar do meu tamanho. Senti, então, o quanto nada sabemos do mundo ou de coisa alguma. Conhecemos somente as nossas aflições e algumas outras coisinhas que estão à nossa volta. Depois desta reflexão fácil e simples, veio uma grande vergonha dos meus anseios, vontades e frustrações. Quanto mais eu desejava coisas, mais eu diminuía de tamanho. Fiquei, mesmo, muito pequeno. Tão pequeno, que já não cabia mais em mim, nos meus próprios sonhos. Dei conta, então, que precisava olhar as coisas do mundo com muita atenção, para não me enganar com os seus tamanhos reais. Vou dormir sabendo que eu sou apenas um ser pequeno e aflito que sonha com estrelas e namora luas…

Talvez é tempo de deixar as "velhas coisas" morrerem... Irem... Esquecer que "o que lá vai, lá vai!" Mas depois penso, muitos erros que cometemos no presente, cometemos no passado.... Logo muitas das nossas respostas para o presente e para o futuro não se encontrarão encerradas no nosso passado?


The Lucky Ones!!!!

por Narciso Santos, em 23.04.19

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=nEfKHIqwQmY

Quando percebemos que só temos o Agora para desfrutar de Amizade e Companheirismo entre NÓS. O Passado já Passou e o Futuro não está prometido a / para ninguém. Sendo tão sortudos é desfrutar o Presente Agora e criar memórias para transportar-nos para a frente. A parte mais difícil é para aqueles a que amamos - testemunhar o "seu prazo de validade". Portanto, se nós pudemosagarrar o Agora e fazer o melhor dele, sempre permaneceremos os felizardos no mundo dos vivos. Esta música é tão bela que conforta nossos corações complicados de se sentirem!


Presente; Passado; Futuro

por Narciso Santos, em 09.04.19

Dou por mim a pensar no hoje e no amanha, mas talvez a chave para este presente e futuro encontra-se enterrado no meu passado... O mundo tenta descobrir o presente e para onde caminhamos num futuro se o existir, e estuda o passado e o inicio da vida para descobrir estas respostas, desta forma o passado do mundo pode ter as chaves e as respostas para o nosso futuro, fazendo um paralelismo com tal coisa. Será que o nosso futuro como pessoas não poderá estar encerrado no nosso passado, em algo que deixamos para trás, ou algo que engavetamos na nossa mente e perdemos a chave e temos que abrir essa mesma gaveta, pois podemos deixar as coisas passar, pois esquecemos o que fomos...


(Sobre) VIVER!

por Narciso Santos, em 03.01.18

O nosso futuro jamais deverá estar condicionado ao nosso passado! Passado é o que já foi ... está lá atrás! Recordamos, passamos lustro ao saudosismo e voltamos ao presente com o travo ora amargo ora doce da recordação. O passado de certa forma constrange, porque nos baseamos no que já foi feito e não dá para passar a borracha e apagar. O futuro intimida porque não o escreveremos a lápis (...) será escrito a tinta permanente! As decisões que tomarmos serão impossíveis de apagar amanhã! Passado, presente e futuro são apenas limitações temporais do vaivém de opções e experiências que a vida representa! O que vale, o que realmente conta não são os golos que ficaram por entrar, a dor de cabeça que estás a sentir, ou o tempo previsto para amanhã (...) o que importa é viver! Quem sobreviver é bem mais simples. É acordar e deixar passar o dia e não ter expectativas que o amanhã seja igual ao que já foi outrora. O problema é que o tempo passa... o mundo muda as pessoas... as pessoas mudam o mundo. E quem sobrevive das duas uma: ou se enterra no que foi e jamais voltará a ser (...) ora decide viver! A sobrevivência para muitos poderá ser encarada como capacidade de viver no limite " fulano sobreviveu 15 dias sem comer", para outros o foco estará voltado para dentro se si " sobrevivo pois não consigo viver". De qualquer das formas não deveríamos sobreviver (...) perdemos algo... pois que se foda, toca a tirar a cabeça da areia e procurar nas coisas simples e triviais da vida algo que nos faça recordar aquilo que um dia fomos e que nos permita ganhar impulso não para ser mas para voltar a viver!


Past, Present, Future!

por Narciso Santos, em 06.07.17

Dou por mim a pensar no hoje e no amanha, mas talvez a chave para este presente e futuro encontra-se enterrado no meu passado... O mundo tenta descobrir o presente e para onde caminhamos num futuro se o existir, e estuda o passado e o início da vida para descobrir estas respostas, desta forma o passado do mundo pode ter as chaves e as respostas para o nosso futuro, fazendo um paralelismo com tal coisa. Será que o nosso futuro como pessoas não poderá estar encerrado no nosso passado, em algo que deixamos para trás, ou algo que engavetamos na nossa mente e perdemos a chave e temos que abrir essa mesma gaveta, pois podemos deixar as coisas passar, pois esquecemos o que fomos...

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Favoritos