Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://cisosemjuizo.blogs.sapo.pt

"Louco? Loucos são os Loucos que me chamam Louco mas que não conseguem ver a genialidade da minha Loucura!"

http://cisosemjuizo.blogs.sapo.pt

"Louco? Loucos são os Loucos que me chamam Louco mas que não conseguem ver a genialidade da minha Loucura!"

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Mudei!

por Narciso Santos, em 05.04.19

Às vezes se te lembras procurava-te retinha-te esgotava-te e se te não perdia 
era só por haver-te já perdido ao encontrar-te. Nada no fundo tinha que dizer-te e para ver-te verdadeiramente e na tua visão me comprazer indispensável era evitar ter-te 
Era tudo tão simples quando te esperava tão disponível como então eu estava. Mas hoje há os papéis há as voltas dar há gente à minha volta há a gravata. Misturei muitas coisas com a tua imagem... 
Tu és a mesma mas nem imaginas como mudou aquele que te esperava 
Tu sabes como era se soubesses como é. 
Numa vida tão curta mudei tanto que é com certo espanto que no espelho da manhã 
distraído diviso a cara que me resta depois de tudo quanto o tempo me levou 
Eu tinha uma cidade tinha o nome de qual já não mais me recordo, perdi, esfumaçou-se, lembro-me que havia as ruas as pessoas o anonimato os bares os cinemas os museus 
um dia vi-te e desde então ... se porventura tem ainda para mim sentido.
Mas o preço que pago por te ter é ter-te apenas quanto poder ver-te e ao ver-te saber que vou deixar de ver-te... Mesmo agora te vejo e mesmo ao ver-te não te vejo pois sei que dentro em pouco deixarei de ver-te. 
Eu aprendi a ver a minha infância vim a saber mais tarde a importância desse verbo para os gregos e penso que se bach hoje nascesse em vez de ter composto aquele prelúdio e fuga em ré maior que esta mesma tarde num radio ouvi, teria concebido aqueles sweet hunters que esta noite vi ... Vejo-te agora vi-te ontem e anteontem. 
E penso que se nunca a bem dizer te vejo,se fosse além de ver-te sem remédio te perdia 
Mas eu dizia que te via aqui e acolá e quando te não via dependia do momento marcado para ver-te. Eu chegava primeiro e tinha de esperar-te e antes de chegares já lá estavas, naquele preciso sítio combinado onde sempre chegavas sempre tarde ainda que antes mesmo de chegares lá estivesses,se ausente mais presente pela expectativa por isso mais te via do que ao ter-te à minha frente. 
Mas sabia e sei que um dia não virás que até duvidarei se tu estiveste onde estiveste 
ou até se exististe ou se eu mesmo existi? Pois na dúvida tenho a única certeza:Terá mesmo existido o sítio onde estivemos? 
Aquela hora certa aquele lugar?

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Favoritos