Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

http://cisosemjuizo.blogs.sapo.pt

"Louco? Loucos são os Loucos que me chamam Louco mas que não conseguem ver a genialidade da minha Loucura!"

http://cisosemjuizo.blogs.sapo.pt

"Louco? Loucos são os Loucos que me chamam Louco mas que não conseguem ver a genialidade da minha Loucura!"

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Maybe Its Time!!!!

por Narciso Santos, em 16.05.19

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=RdljoTFMhO4

Pensamos que Somos Grandes, porque não olham o mar? Pelo menos não o olhamos verdadeiramente. O mar é imenso e faz umas melodias eternas, o mar esse elemento da natureza que funciona como o melhor xanax que possa existir e ao mesmo tempo esse mar que aglutinou, aglutina tantas almas... Também porque não olhamos de verdade para o céu?
Nunca pensamos na distância das estrelas, quando olhamos para elas. Hoje, a lua está imensa, branca e redonda, pendurada na minha janela, pelos menos sonho que ela encontra-se desta forma, pois já não sei ver a lua... Fiquei com receio que ela resolvesse entrar.
Mas nesse instante, pensei...por que raio entraria justamente no meu quarto. Só porque nas noites em que ela me aparece inteira, toda feita de madrepérola, fico a olhar o céu enfeitiçado...só por isso...
Mas tal qual uma Alice no país dos espantos, encantos, maravilhas, fui diminuindo, diminuindo até ficar do meu tamanho. Senti, então, o quanto nada sabemos do mundo ou de coisa alguma. Conhecemos somente as nossas aflições e algumas outras coisinhas que estão à nossa volta. Depois desta reflexão fácil e simples, veio uma grande vergonha dos meus anseios, vontades e frustrações. Quanto mais eu desejava coisas, mais eu diminuía de tamanho. Fiquei, mesmo, muito pequeno. Tão pequeno, que já não cabia mais em mim, nos meus próprios sonhos. Dei conta, então, que precisava olhar as coisas do mundo com muita atenção, para não me enganar com os seus tamanhos reais. Vou dormir sabendo que eu sou apenas um ser pequeno e aflito que sonha com estrelas e namora luas…

Talvez é tempo de deixar as "velhas coisas" morrerem... Irem... Esquecer que "o que lá vai, lá vai!" Mas depois penso, muitos erros que cometemos no presente, cometemos no passado.... Logo muitas das nossas respostas para o presente e para o futuro não se encontrarão encerradas no nosso passado?

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Favoritos