Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://cisosemjuizo.blogs.sapo.pt

"Louco? Loucos são os Loucos que me chamam Louco mas que não conseguem ver a genialidade da minha Loucura!"

http://cisosemjuizo.blogs.sapo.pt

"Louco? Loucos são os Loucos que me chamam Louco mas que não conseguem ver a genialidade da minha Loucura!"

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


"Nuvens"

por Narciso Santos, em 26.10.17

 

Por vezes bloqueamos, ficamos sem saber o que pensar, o que dizer, o que escrever... 

Temos a sensação que não conseguimos pensar em mais nada sem ser, que não conseguimos. 
Sentimo-nos vazios, transparentes, sem rumo, deixando que o vento nos leve numa outra direcção. Sentimo-nos insignificantes no meio de tantos outros, vagueando num céu infinito, longe de tudo e de todos. Sentimo-nos sem inspiração; sentimo-nos como uma nuvem...mas não nas nuvens...Não sei que raio me sinto...Para todos aqueles que se sentem nas nuvens, enviem a fórmula...


Frases

por Narciso Santos, em 25.10.17

São frases! São frases onde encontrei dor, onde escondi saudade... onde as coisas mais belas tinham forma de monstros, e as princesas não eram mais que bruxas disfarçadas .. São noites perdidas, na solidão  na vasta solidão que é ser romântico  e gostar de escrever sobre a dor, e toda a mágoa, que o apregoado mais belo sentimento do mundo traz... Noites em que precisava de alguém

Sem dúvida que são frases tristes, de um meu eu tristes, desiludido com a vida, de um meu eu, que tem os sonhos mais belos e por eles salta ravinas e se afunda nos mais dolorosos precipícios .. acho que é isto que é ser sonhador, e negar toda a felicidade que a vida lhe deu, julgar que nunca poderá ser feliz, negar o amor que recebe dos amigos, julgar-se sozinho... e aí na solidão do silencio sonhar com as coisas mais belas do mundo... 
Porque é na dor que os meus sentidos estão mais puros... porque é na dor que a clarividência é maior... Porque a dor não nos leva a lado nenhum...


Manda Vir!

por Narciso Santos, em 20.10.17

Não digas mais nada

Ouve só 
 
E não digas mais nada
 
Ou melhor
 
Não digas 
 
Porque eu já não oiço mais nada
 
Aconselho-te a escrever 
 
Todas as reclamações por extenso 
 
Em formato A4 
 
Num papel timbrado ou noutro qualquer 
 
E depois rasgar cada pedaço
 
Noutro mais pequeno
 
Aconselho-te a escrever 
 
Reescrever
 
Ler em voz alta
 
Apagar tudo na tecla Del
 
Também eu uso páginas escritas para fazer 
 
Bolas de papel sem préstimo 
 
Não digas mais nada 
 
Ouve só
 
Faz marcha atrás à cassete e ouve-te 
 
Ouve-te com os meus ouvidos 
 
Porque eu já não vou ouvir mais nada
 
É hora de encolher os ombros e deixar andar
 
Amanhã é outro dia
 
E depois de amanhã há outros tantos dias mais
 
Deixa que fiquem coisas a meio
 
Frases no ar 
 
Deixa lá isso

Manda vir outra bejeca

O elixir do esquecimento

A noite escura tenebrosa
 
Manda vir uma garrafa de tinto 
 
Se estás só bebe pelo gargalo que se lixe isso do provar e abanar o copo, apenas bebe

Que se lixe o resto manda vir mais disso 

Esquece o assunto  e caga nisso

Manda vir outra rodada de silêncio

Manda vir mais desse licor um tanto ou quanto  absoluto

Com  três pedras quentes  de uma alma nua 

 Cala a minha boca doida nesse gargalo

O que é que eu disse?

Não digas

Não digas que eu já não oiço

Manda vir! 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Favoritos