Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://cisosemjuizo.blogs.sapo.pt

"Louco? Loucos são os Loucos que me chamam Louco mas que não conseguem ver a genialidade da minha Loucura!"

http://cisosemjuizo.blogs.sapo.pt

"Louco? Loucos são os Loucos que me chamam Louco mas que não conseguem ver a genialidade da minha Loucura!"

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Figuras Geométricas

por Narciso Santos, em 07.12.18

Não gosto de figuras geométricas. De linhas contínuas e perfeitamente delineadas a régua e esquadro. Gosto do improvável. Do imprevisto. De linhas curvas. Detesto triângulos. Um dos vértices acaba sempre magoado. Ou então todos. Prefiro linhas sem destino que caminham juntas ou separadas, mas sem uma direcção pré-definida. Gosto de encontros. De desencontros que redundam em desilusões, mas que nos contam uma experiência feita de lágrimas e desesperanças. Prefiro tudo isso a viver amarrado a uma figura geométrica. Como um triângulo em que um dos vértices acaba magoado. Arrisco sair da segurança da desilusão e da tristeza para novas aventuras. Fora do triângulo. E fora de qualquer figura geométrica, rumo ao imprevisto. Ao futuro. Das linhas curvas. Aos encontros e desencontros... Se andasse em linhas rectas e estradas sem pedras, nunca tinha chegado onde cheguei...


PETA = Petas enfim!!!!

por Narciso Santos, em 06.12.18

E eis que quando penso que já li tudo, ontem foi o futebol sem golos hoje é... isto...

Noticia da PETA!!!!

Não se pode atirar um pau ao gato mas sim um peixe para o gato não comer, com tanta fome neste mundo, desperdiçar comida não é mau?

Não e pode usar a expressão de pegar o touro pelos cornos, mas sim flores pelos espinhos... não estou a ver a simbiose entre as flores com espinhos e o touro com cornos...

Não se pode usar matar dois coelhos de uma cajada só, mas outra merda qualquer!!!!

Já agora também acho que se deveria deixar de ver filmes da Disney:

O Tarzan pois o tipo anda sempre de tanga, incentivando ao nudismo e ataque ao pudor!

A Cinderela que chegou a casa depois da meia-noite, pode incentivar os mais pequenos a mentir e a chegar a casa tarde e a más horas.

O Pinóquio era um mentiroso do caralho, provavelmente os tipos das JOTAS devem começar em pequeninos a ser instrumentados a ver o Pinóquio vezes sem conta para chegar ao parlamento.

A relação Jasmine e Aladin, isto é inconcebível nos dias de hoje, uma princesa podre de rica com um pobretanas e ainda por cima ladrão!!!!

A Bela Adormecida, que sem mais nem menos leva um beijo de um estranho… nos dias de hoje pode ser considerado sexismo, e qualquer dia aparece o movimento MeToo a colocar a Disney em tribunal por assédio sexual!

Branca de Neve, puro caso de violência doméstica, toca a chamar o CPCJ!

O tio Patinha era um sovina do caralho!

O Pateta só fazia merda.

O Pato Donald era um arrogante de merda e tratava todo o mundo mal.

O Peter Pan voava e levava crianças da terra… Puro caso de rapto infantil.

Winnie the Pooh andava sempre a comer merdas cheias de calorias… puro caso de obesidade.

O Batman andava com um traje estranho e o carro andava sempre a 400km/h. Puro caso de incentivo a velocidade.

A Branca de Neve vivia com 7 gajos. Puro caso de incentivo a poligamia.

Robin dos Bosques? Outro Ladrão. Puro caso de incentivo a ser político!

Popey fumava ganza para caralho mas por outro lado comia espinafres. Puro caso de incentivo a comida saudável, de preferência “erva”!

Olivia Palito. Puro caso de anorexia, e isso de chamar palito a uma pessoa magra não é bonito de se dizer, tal como caixa de óculos, boca de arames, etc…

Agora vem a PETA “People for the Ethical Treatment of Animals” dizer que as músicas / expressões com as quais cresci são um ataque a dignidade aos animais!

Existe uma linha que separa o razoável do ridículo e isto já começa a cheirar a verdadeiras Petas = treta = bullshit e afins!

I Rest My case!


Vida / Viver

por Narciso Santos, em 06.12.18

A vida tem destas coisas... um dia somos luz.. outro dia apenas a sombra do que fomos outrora.. Trata-se de um facto.. surge a velha questão existencial.. "qual a nossa função? porque existimos?"...

Lembrando a frase que vi no filme "BraveHeart" - "Todos os homens morrem.. mas nem todos chegam realmente a viver."

- Eu nasci. nasci no dia em que aprendi a sonhar.. Nasci no dia em que percebi que mais importante que ser bonito ou ter dinheiro ou uma imagem.. era ser livre, autentico, e verdadeiro... Nesse dia.. compreendi, que fui posto neste mundo para Viver.. é essa a minha missão.. viver.. aprender.. ensinar.. sentir.

Bora VIVER!!!

Bom Dia de Quinta Feira!


"Sementes"!!!!

por Narciso Santos, em 05.12.18

Existia uma pequena flor, num pequeno jardim, onde todos os dias uma senhora, já fragilizada pelo passar dos anos, cuidava da pequena flor. Dava-lhe carinho e tudo o que ela necessitava para que a flor se desenvolve-se e ficasse mais bela, na realidade a flor nunca chegou a crescer, nem se tornou a flor mais bela do jardim. No entanto a senhora continuou sempre a cuidar da pequena flor... A flor acabou por morrer numa manhã fria de Outono! Quando a senhora que todos os dias cuidou da flor com tanto carinho e dedicação, se apercebeu do que tinha acontecido, esboçou um sorriso... e plantou uma nova semente.

Rico é aquele que se pode dar ao luxo de plantar sementes e ver pequenas flores crescerem... Poder dar algo, dedicar alguma atenção, ser prestável...

É bom ter sementes. É bom ter Amigos!

BOM DIA SEMENTES E AMIGOS!!!


Criança

por Narciso Santos, em 04.12.18

É no tempo de menino, que mais sonhamos, que mais ingénuos somos, que mais nos rimos, rimos de bem-estar, de um abraço dos pais, de um arroz-doce da avó, de um chupa-chupa do senhor do café, dos desenhos animados.
Ter sido uma criança, foi das melhores coisas que me aconteceu na vida.
Assim HOJE pintarei um quadro com cheiro a caramelo, e tons de um amarelo forte, igual ao sol que brilha lá fora, no pátio onde eu fui astronauta e mosqueteiro do rei, onde tudo era possível, e o bem vencia sempre.
Por HOJE seremos todos crianças, por isso...
BOM DIA CRIANÇAS!


Incapacidade!

por Narciso Santos, em 28.10.18

 

Existe algures um papel em branco

Em formato A4

Uma folha vulgar

Seca e fina

Elaborada com uma qualquer espécie de substâncias vegetais reduzidas a massa

É isso que se diz sobre o papel em branco que existe algures

É só um documento inútil sem nada escrito

Nem à frente nem no verso

Porém é uma prova elementar

Onde hoje se pode atestar a minha total incapacidade

VOLTO JÁ, fui à lua!

...


Mundo

por Narciso Santos, em 16.10.18

Pelo vidro embaciado do carro, espreito para o Mundo que me espera lá fora...um Mundo que, sem dúvida, não me acolhe como filho mas apenas como um insecto repugnante que voa sem destino...um Mundo que não se revela em mim, que não se proporciona à minha grandeza...um Mundo que desconfia de mim e do meu valor, que me interroga e que me rebaixa...um Mundo frio, gelado, um Mundo sem vida, um Mundo só de ataraxia... 

E é este o Mundo que me pertence? O Mundo pelo qual eu luto e pelo qual eu espero? O Mundo que, no fundo, marca a minha passagem nesta vida, o Mundo no qual eu partilho tudo com um mero desconhecido ou com um simples amigo? O Mundo que não é o meu Mundo porque no final o que eu faço e o que todos fazemos é permanecer quedos e mudos...assistindo à destruição do Mundo que construímos e á nossa própria autodestruição...porque com ele, vai um pouco de nós de vós...e de qual Mundo falo eu?...


Update "Livro Secreto"

por Narciso Santos, em 16.09.18

17021889_380453452324468_1598724884017587535_n.jpg

Faz mais ou menos 1 ano e meio que aderi a esta iniciativa (2nd round) perfeitamente delineada pela Maria João que acredito que tenha dado uma trabalheira dos diabos e agradeço a todo o grupo que me recebeu de braços abertos! A iniciativa de ler 25 livros escolhido por pessoas “estranhas a mim” e a única coisa que me passava pela cabeça era, “acho que não vou ler nenhum livro”!!! Até ao momento li todos os livros que me chegaram às mãos, e cada um deles tem sido uma bela surpresa… Livros que Eu nunca os escolheria se os visse numa prateleira de uma qualquer livraria!

De todos os livros o que mais gostei e mais me surpreendeu foi sem dúvidas: “Um Homem chamado Ove!” Achei o livro tão bom que perguntei a querida Magda se valeria a pena ver o filme, ao qual me disse que sim, fiz de imediato e o filme também ele é muito interessante e falhando 2 a 3 cenas hilariantes do livro não desaponta e ainda tive a felicidade de saber dizer IDIOTA em Sueco!!!

É um livro sensacional. Emocionante. Ove é um personagem cativante. Um mal-humorado e “bronco” com um enorme coração. O autor cria situações que fazem rir e fazem chorar. É um carrossel de emoções. A narrativa passa-se em uma pequena "vila" de casas, com vizinhos bastante suis géneris… Até o Gato!!!!, mas com Ove como catalisador da atenção de todos!

Ove o Intragável Velhote que nos conquista a cada palavra que vamos lendo…


"Puxar pelos Galões"

por Narciso Santos, em 01.09.18

Captura de ecrã 2018-03-04, às 17.32.09.png

As pessoas são difíceis de se sentirem... Quando alguém sente necessidade de “puxar pelos galões” ai e tal sou doutor; ai e tal sou director disto ou aquilo, tenho isto e aquilo.... etc... Este tipo de pessoa é completamente insegura de si e com um défice grave em auto-estima.... ***Pois só puxa de galões quem não tem “Colhões"..., pois quem é Seguro de Si não precisa dessa merda para nada! Tudo se aprende nesta vida basta querermos (educação; cultura; etc...) Mas um idiota será sempre um idiota, este infelizmente é um facto que não se pode mudar!

 

*** https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/antonio-coimbra-de-matos-so-puxa-dos-galoes-quem-nao-tem-c-quem-e-seguro-de-si-nao-precisa-disso-para-nada

 


Eu... Tu...

por Narciso Santos, em 08.07.18

"Passeio sozinho, por uma cidade já quase adormecida.. sou apenas mais uma pessoa incógnita que deambula por ruas estreitas e pouco iluminadas... Esta noite não consegui dormir, decidi passar a noite na rua.. procurando algo que julgo ter perdido á tempo de mais... Busco a minha identidade, busco aquele brilhar que desistiu de me iluminar.. já nem eu me lembro bem... Sinto-me um sem abrigo.. vivendo num banco de jardim.. conhecendo todas as ripas, rijas e frias, em que me deito todas as noites..."

 

(...)

 

Não quero mais escrever sobre coisas tristes... procurando nos meus textos empatias descartáveis.. sentimentos momentâneos...

 

Estou perturbado.. novamente esta instabilidade que me faz apagar e re-escrever frases pseudo-sinceras que instantaneamente concordo e discordo, a escrita não flui, a mente num conflito em busca de um estado de espirito mais estável...

 

Gostava de vos escrever coisas bonitas.. gostava de vos ser sincero.. gostava de ser sincero comigo...

 

Gostava de poder acabar este texto com uma frase inteligente profunda.. que vos fizesse pensar e me deixa-se orgulhoso pela sua criação...

 

Mas há noites, em que apenas consigo receber... há noites em que só penso num beijo, noites em que a ausência de afecto parece incomodar mais...

 

"Já não existe mais um TU nas minhas frases, apenas a ausência de um EU!"

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Favoritos