Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://cisosemjuizo.blogs.sapo.pt

"Louco? Loucos são os Loucos que me chamam Louco mas que não conseguem ver a genialidade da minha Loucura!"

http://cisosemjuizo.blogs.sapo.pt

"Louco? Loucos são os Loucos que me chamam Louco mas que não conseguem ver a genialidade da minha Loucura!"

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Eric - Assim não…

por Narciso Santos, em 18.12.16

Hoje acordei de bom humor e pensei em destruir completamente o que muitos comentam de Obra Prima do Eric Clapton, sim essa música, que bateu em muitos casamentos, em muitas danceterias, muitos “coitos” com esta canção, mas gosto deste comentário em específico: “A mulher estava tão linda naquela noite, que a beleza refletia nele e o fazia se sentir maravilhoso.”

De facto devia ser só a mulher a sentir algo… Pois ele nesta música, é um completamente… Asno, uma vergonha para a classe masculina, mas não posso acusar alguém disto sem provas, e não é difícil as encontrar na letra da mesma música.

Sora lá dissecar isto…

Ok não vou dizer que a música é feia... Mas algo na letra parece-me estranho… Algo não bate certo…

Na música o Eric vai para uma festa com a Senhora X, mas antes de saírem de casa, a Senhora X para variar, está 3 horas a se preparar (inventei esta parte, a classe feminina que não me massacre com este comentário). Então a mulher anda para lá a esfregar os longos cabelos e a pensar que roupa usar (com o guarda roupa cheio de roupas é complicado escolher uma no meio de um milhão, mas mesmo com meio milhão impressionante como nunca têm nada para vestir, sim mais um comentário machista). Coloca lá a maquilhagem e pergunta ao Eric: “Estou bonita?” E ele responde que ela está um espanto, linda e maravilhosa.

Depois lá vão para a festa, onde a Senhora X dá um show na visão dos presentes, pois todo o mundo fica de boca aberta a olhar tamanha beldade, não se sentindo segura na resposta dada pelo Eric umas horas antes, a Senhora X pergunta novamente se está bonita e lá o Eric para lhe aumentar o ego diz, ok miúda estás estonteante...e vai ainda mais longe dizendo que ela nem imagina o quanto lhe ama.

A fórmula matemática do amor: o amor é multiplicá-lo pelo infinito, levá-lo até ao fim da eternidade e mesmo assim apenas se terá um vislumbre do que se fala (só para dar um ar poético à coisa “Meet Joe Black”)…

Depois de grande festa, do sucesso da Senhora X na mesma, chegam a casa e todos os indícios apontam para uma predisposição “para a acção”… E eis o que sucede: o Eric está com uma enorme dor de cabeça, diz á Senhora X que ela está fantástica e que vai ser noite DVD (Deitou, Virou e Dormiu)…

A sério Eric? Será que antes de saíres de casa andas-te na “Cocaine” (outra bela música) e agora acabou o efeito da mesma e nada?

Ao menos arranjavas uma desculpa à Homem, à Macho. Dizias algo imperceptível, ias á casa de banho davas um vómito e dizias, “Aquele último copo de Gin matou-me, e nunca os 10 copos antes desse último.

Se não querias dar a imagem de um tipo fraquinho com a bebida, ou não dar um ar de bêbedo, dizias o que eu dizia a minha mãe: “A comida caiu-me mal.”; “Aquele cocktail de camarão com trufas e caviar não estava muito fresco”. Tudo menos “dor de Cabeça”.

Por isso Eric, toca a fazer a versão 2 desta música, um remake, mas com um final mais apimentado, pois este final… DAMM!?…

P.S. Tenho que recorrer novamente á versão Brasileira desta música de Leandro e Leonardo. Se o Eric não conseguir uma versão Take 2, que copie os sertanejos, pois eles terminam a noite a “fazer aquilo” no banco do carro, aqui não há dor de cabeça…

CSJ

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Favoritos