Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://cisosemjuizo.blogs.sapo.pt

"Louco? Loucos são os Loucos que me chamam Louco mas que não conseguem ver a genialidade da minha Loucura!"

http://cisosemjuizo.blogs.sapo.pt

"Louco? Loucos são os Loucos que me chamam Louco mas que não conseguem ver a genialidade da minha Loucura!"

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Economicidade do Sexo

por Narciso Santos, em 16.01.17

 

Estava a ler um post da minha amiga Maria Mocha, e onde ela fala de sexo / amor, pois para fazer “o dito” quem que existir cumplicidade e sentimentalecos, e coisas afins…

Pois é minha cara Maria, e caros leitores (não devem ser muitos…) pois Eu vos desafio para encontrar  falácias no meu pensamento economista da “coisa” uma falácia na minha lógica indutiva, ou dedutiva, não sei… Basicamente digo-vos: DARE TO DEFY ME!!!!

Nos dias de hoje, com a crise de valores, desculpem económica, sempre a bater à porta nos pelos últimos 30 anos, eis que a ler o que a minha querida amiga escreveu, mais o facto de eu ter percebido no outro meu blog de Marketing que a comida está de facto cara e mais estranha de se comer, pois não sabemos se comemos, se tiramos fotos, se embalsamamos, etc…

Também não sei se foi devido ao facto de ler a frase do Woody Allen “viver a vida de trás para a frente, ou seja, começar morto e terminar num orgasmo… ou devido ao filme: “o estranho caso de Benjamin Button”, o que é facto é que estamos todos a fazer as coisas mal feitas e estes dois casos do Woody e do Filme comprovam isto que irei explanar agora.

Acho que no caso dos primeiros encontros deveria-se logo começar pelo Sexo / Fazer Amor / Fazer “Aquilo” e despachamos logo o assunto, e porquê perguntam-me.

Se por um lado estamos em completa crise, desde que nascemos, por outro lado pode-mos poupar uma serie de chatices, por isso o mote é, encontrar o Y e o Z e irem logo se enroscarem nos lençóis… Pois se isto correr mal neste estágio, a “futura relação” está condenada ao fracasso, e sempre poupamos o jantar romântico, as flores, as idas ao cinema, bebidas, pipocas…

O que acontece no momento actual num primeiro encontro é:

Encontro = Jantar (50€) (sem ser em restaurante gourmet) + cinema (6€) (com cartão da NOS, pague 1 leve 2) + combustível (10€) + tempo (20€) + Pipocas e Bebida (7€), fazendo as contas uma saída fica mais ou menos por 100€.

O filme esperamos que tenha sido de agrado dos dois, pois não desejamos ir ver o Titanic e a nossa companheira desatar a chorar quando o Leo morre, e no final do filme nós sairmos com a deixa: “foi chatinho…”

Caso o primeiro encontro corra bem, acho que consegui-mos no máximo sacar um kiss, e o que leva isto? Pois a um segundo encontro, logo a mais 100€ de gasto… and so on, até se criar o “tal laço” “Bound” que tanto queríamos desde o primeiro encontro, para chegar-mos ao touch down final…

Imaginando que lá num 5 encontro conseguimos finalmente ir para debaixo dos lençóis e fazer um golo, fazemos as contas e deparamos que gastamos cerca de 500€ até lá conseguir chegar…

Imaginando o reverso da medalha se isto no 5º encontro, debaixo dos lençóis não correr bem, todo o esforço anteriormente feito, todo o dinheiro despendido, todo o tempo, é inglório, pois… FINITO. A coisa não irá continuar, está condenada ao  fracasso.

Por isso digo temos que pensar na nossa carteira e não embarcarmos em consumismos, e temos que poupar e que melhor maneira de começarmos por esta via?

Mas para não ser tudo a frio, e sem sal, ou açúcar, digo que, num primeiro encontro se veja sim um filme (mas sacado da internet) que se jante sim (MacDrive), e se fique dentro de um carro o resto da noite a ver o filme, e jantar ao mesmo tempo (sempre poupamos as pipocas) e feitas as contas teremos um primeiro encontro por uns meros 20€, já com IVA incluído, não vá aparecer o fisco e nos pedir factura.

Mas somos românticos a ciência que aqui escrevi válida, a matemática que não falha, nessa coisa do amor, não conta, não entra nas contas… Por isso estamos condenados a continuar a ter muitos 100€ para gastar em primeiros encontros.

23 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Favoritos