Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://cisosemjuizo.blogs.sapo.pt

"Louco? Loucos são os Loucos que me chamam Louco mas que não conseguem ver a genialidade da minha Loucura!"

http://cisosemjuizo.blogs.sapo.pt

"Louco? Loucos são os Loucos que me chamam Louco mas que não conseguem ver a genialidade da minha Loucura!"

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sonhos!

por Narciso Santos, em 20.07.17

Sentei-me no mesmo lugar de sempre.. naquela duna virada para o mar.. onde o vento não sopra.. e chega o reflexo do sol alaranjado que depressa se vai por lá no horizonte.. sentei-me e senti que naquele dia algo estava diferente.. um cheiro doce no ar.. uma energia.. que percorria um corpo já estafado.. uma energia que me fazia fechar os olhos, e sorrir... sentir o sol que ainda brilhava e aquecia como se um sopro carinhoso se tratasse.. era uma energia que me fazia sonhar.. sonhar.. com um cenário idílico.. Sonhar com uma praia. com uma duna, com um por do sol, contigo.. ao meu lado a olhar o mar, sentados tão próximos que nem era preciso tocar para sentirmos a pele um do outro.. Sonhos.. e mais sonhos.. Sonhos que eu tenho aqui neste meu cantinho nesta duna perdida numa praia já esquecida com um mar já rendido a um por do sol tão belo como singular... á dias assim... dias em que sonhamos viver o que vivemos.. mas com a pessoa que gostamos do nosso lado.. partilhando da mesma sensação que nos enche a alma e nos faz sonhar...

Lemos!

por Narciso Santos, em 19.07.17

E Eu? O que estou do outro lado? O lado do leitor?

Aliás apraz dizer que prefiro mesmo estar do lado do leitor isto de escrever dá muito trabalho, tenho que andar a perder uns poucos minutos nesta metamorfose de juntar palavras que se transformam em frases e frases que se transformam em parágrafos e parágrafos que se transformam em um simples texto (escrevi isto para dar volume de palavras a este texto senão fico sem saber o que escrever e dá-me hipóteses de pensar no porquê de Ler?

Pois aqui vai…Leio porque preciso. Porque tem credibilidade e porque faz da minha cesta básica de informações do dia a dia. Porque gosto de estar informado, saber das coisas e gosto até de ler opiniões divergentes para acompanhar cabeças que pensam diferente da minha (ui.. e quantas cabeças pensam diferente da minha).

Eu, leio para Viver. Para viver melhor. Para sermos. Para nos descobrirmos. Para nos perdermos e para nos encontrarmos (normalmente ando sempre perdido..enfim).

Lemos para nos massacrarmos. Lemos para nos alertarmos. Lemos para nos consciencializarmos. Lemos para não nos acomodarmos. Lemos para não embrutecermos. Lemos para ver. Lemos para sabermos ver. Lemos para ouvir. Lemos para sabermos ouvir. Lemos para pensar. Lemos para sabermos pensar. Lemos porque lemos. Lemos porque sim. Lemos porque sem a leitura deixamos de existir. Lemos porque sem a leitura somos apenas uma sombra de nós. Sombra muito frágil que desaparece à primeira e não muito esforçada oportunidade. 

Ler tem que ter um porquê?

 

 

 

Escrevo!

por Narciso Santos, em 18.07.17

Escrevo para ti, para nós para vós… Quase utilizei todos os pronomes existentes… Sim porque não escrever para o Mundo…

Aqui estou eu despido das minhas armas, da minha armadura, das minhas camadas, das minhas personalidades e somente Eu me escrevo. Não os eus feitos de tus de outrora mas sim o verdadeiro Eu…·Porque escrevem? Boa questão. Talvez por ser um Homem pequenino neste mundo enorme… Talvez porque afinal não sou tão forte como sei que não sou, mesmo dando essa imagem de inquebrável, talvez por estar um dia completamente terrível, me escondo (sim tenho que escrever em português do Brasil) no seio dos cobertores e entre as almofadas para tentar não ouvir a fúria da mãe natureza… Não sei… Pelo menos vai saindo caracteres que se irão tornar em frases…
Eu escrevo, escrevo as palavras que nunca querem ouvir, as palavras que nunca vos consigo dizer (normalmente é sempre esta opção). Eu escrevo tudo aquilo que o meu coração grita e o meu sorriso tenta silenciar. Eu tremo. Eu choro. Eu escorrego e Eu caio…
Talvez por ser um sonhador… Talvez por querer mudar o mundo… e acredito que não é preciso muito, bastam pequenos gestos, pequenas coisas. Ok Sonhador… Foda-se mas ao menos sei sonhar (isto soa um pouco a Tony Carreira)… Chamem-me sonhador… Pode ser que a sonhar possa ser o Herói que almejo, pois nos meus sonhos quem manda sou eu… ainda…
Sou muito menos do que aquilo que vocês dizem que sou, mas talvez mereça muito mais do que aquilo que acham. E aqui vou vos amando… Distante… Mas sempre presente, não como queria mas como posso. Aqui, longe de vós, “perdido” entre recantos deste meu mundo e os becos do meu coração, eu escrevo tudo aquilo que nunca sou capaz de vos dizer cara a cara, aquilo que eu nunca me permito dizer, não de forma propositada mas porque não sei ser de outra forma, talvez a minha maior virtude/defeito…
Pinto os meus sonhos, ponho um sorriso e assim continuarei a viver sempre na esperança que tudo se resolva, que consiga ser o vosso Herói. Eu escrevo, e escrevo.. .
Estou aqui… sempre com as minhas raízes presentes… sempre com vós… e escrevo…
Escrever para vós é desnudar todos os bosques, onde pinheiros bravos crescem na aridez do solo. Onde sombras na noite escura passam… onde neste momento se encontra a tempestade a pinto de bonança… já não sou eu, que estou mergulhado na escuridão, na tempestade... há muito que vos reencontrei… mesmo longe... um dos pinheiros ainda me segreda sossegos, na noite azul que em mim converge….
Escrever para vós é sustentar este momento certo, em palavras incertas que encenam o que já não queremos (será que alguma vez quisemos esta estranha história?), na compreensão dos fantoches do sistema, no formalismo hipócrita, tão mal desenhado na letra da lei medieval escrita pelos homens, na estupidez de seres que não passam de funcionários da vida, infelizes e apertados nos nós de gravatas cinzentas… ou será mesmo a nossa história cor de rosa… como nos contos de fadas… do príncipe no cavalo branco… ai como gostava de ser o príncipe…
Escrever para vós é o meu voo para a liberdade, na velha estrada onde nos iremos reencontrar… talvez aqui… talvez noutro planeta… noutro mundo… escrever para vós é sorrir-me por dentro de felicidade, ao recordar os momentos a roçar a eternidade que passamos, e entender que ninguém conhece a nossa verdadeira idade…
Estive, Estou e Estarei sempre aqui para Vós…

E a minha música preferida era?????

por Narciso Santos, em 15.07.17

 (Bon Jovi - I´ll Be there For You)

Conversa de Pai e Puto!...

Puto - Pai o Francisco diz que a música preferida dele é o "Despacito".

Puto - Eu gosto mais dos Coldplay "Something just like this" e qual é a tua música preferida, Pai?

Eu - A minha música preferida é a dos Bon Jovi "I´ll be There For You".

Coloco o link do youtube, coloco a banda a tocar. O Puto até começa a curtir o Richie Sambora a tocar os primeiros acordes, e eis que me coloca a seguinte questão após ver 1 minuto do video clip...
Puto - Pai são Meninas a Cantar...

...................................

HUMMMMMMMMM

..................................
Lá se foi a minha música preferida e a minha banda preferida, pois sempre que os ouvir, pensarei que são uma Girls Band...

Raio de Puto... Se ele soubesse que o que era a década de 80 com os Guns, Deff Leppard, Aerosmith, Metallica, Nirvana e afins... Eram tudo GAJAS!!!!

Vida

por Narciso Santos, em 14.07.17

A vida é uma merda...uma das manifestações mais afeitas no mundo. Nunca prestei muita atenção a isto porque normalmente é convencionado por pessoas pessimistas, desesperadas, ou revoltadas. Acontece que mais cedo ou mais tarde cada um de nós acaba por sentir todos aqueles sentimentos que nunca pensávamos ter e nada melhor do que isso para conseguir compreender este mundo um bocadinho melhor, e até nos conseguirmos conhecer a nós próprios um bocadinho melhor também.

Vamos lá pensar um pouco…, já ajudamos, alcançamos, sonhamos, auxiliamos, fizemos todos os possíveis para sermos felizes e fazer quem está perto de nós felizes. Tudo o que poderíamos fazer, fizemos, e agora? Como recompensa, o nosso prémio é bater literalmente com os cornos na parede! Não é justo!

Revolto-me com o mundo, revolto-me com as pessoas, revolto-me com a falta de tacto e consideração que este mundo tem para comigo...mas ainda assim, não vou desistir facilmente, e hei-de continuar a levantar a cabeça por muito sangue que irrompa, por muita dor que sinta, por muita injustiça que ache! O mundo e a vida por vezes não são dignos da luta que temos por eles mas a diferença de carácter está em quem continua e em quem desiste...

Sorte a minha que o meu Povo nunca desiste e me ensinou a não o fazer!

Uma Casa!

por Narciso Santos, em 12.07.17

Uma casa desconhecida, uma de muitas outras desconhecidas...; quiça, nunca antes tocada. Uma casa cujas paredes imaculadas contam segredos de outrora, falas silenciadas que escondem gritos abafados. Uma casa onde estou, despojado de minh'alma, onde me perco propositadamente para me encontrar, enfim, no meu corpo. Uma casa onde, a cada passo, descubro um pouco mais do mundo, um pouco mais de mim. Esta casa onde fico e te encontro, sentado numa poltrona, descansando. Fumas cachimbo e lês o jornal, de perna traçada olhas-me por cima do ombro, projectando a minha casa e imaginando um futuro que ainda estará por vir... Aproximo-me a medo, com medo de retirar toda a pureza e o mistério que envolvem esta casa.

Pergunto-te, baixinho, quem eras...respondes, sussurrando, sou eu, a tua casa, sou eu, TU, de ontem, de hoje e talvez o de amanhã...

E assim me tento apaixonar, por uma casa sem dono que me seduziu e a quem passei a pertencer. E assim tento Amar, casa desconhecida, nunca tocada, de contornos puros que escondem ditos e não ditos de gente que não pode dizer mais do 'sejam bem vindos à minha terra'.

Uma casa, ...

Às vezes, uma única vida não nos basta...

Revista Cristina "Gays"

por Narciso Santos, em 07.07.17

Captura de ecrã 2017-07-06, às 22.11.06.png

Em primeiro lugar deixem-me dizer que todos nascemos livres e existe uma coisa que se chama livre arbítrio onde as pessoas são livres de tomar as suas decisões desde que as mesmas não esbarrem na liberdade dos demais. A Ciência lá tenta explicar, se nasce assim, se fica assim... As Igrejas lá vêm descriminar e cavar ainda mais o fosso destes Homofóbicos, dizendo que é uma doença e barbaridades que não fazem qualquer tipo de sentido.

Eu sei que não é uma escolha. Mas e se fosse? Apesar de a sociedade ser totalmente preconceituosa, machista, misógina, opressora, violenta, etc, isso não desqualifica a identidade das pessoas serem o que são nem as capacita de MERDA coisa alguma! (aqui começa o descalabro...)

Ora bem, como não estou para escrever um texto sobre os Gays, pois como disse cada um é como é, só tenho que respeitar a ESCOLHA e não estou aqui para apontar dedos, pois sei que estes Seres Humanos passam e sofrem em demasia, com a família, fora dela e principalmente com a MERDA da sociedade.

O que me trás aqui é a análise dos comentários homofóbicos e xenófobos da foto acima, ora vamos lá:

Eduardo - "Mas que grande borboletas"; meu caro ou escreve ambas palavras no plural ou no singular, da forma que escreveu é que não... E remata com o "vão ao médico porque têm uma doença grave"; ser gay virou doença? Acho que o SNS não está preparado para suprir esta doença, aliás desde que existe a terra ainda não se descobriu cura para "esta doença"; nem para a estupidez, mas existe forma de conseguir escrever acertadamente em Português! Basicamente um Xenófobo, Energúmeno que não sabe escrever de forma correcta.

Marco - "As gajas que comentao isto"; escreve-se comentam e se fosse comentao, levaria sempre um acento (comentão). e faz alusão à adopção de crianças. E os gajos como eu não podem "comentao" isso e ser a favor da adopção de crianças? Basicamente um Xenófobo, Energúmeno que não sabe escrever de forma correcta (e vão 2).

Leticia - "Qualquer dia faz capa com um pedófilo"; ora qual o paralelismo que aqui quer fazer? Que os gays são pedófilos, ou ser gay é crime? Basicamente uma Xenófoba que não diz coisa com coisa, imbecialidade certa!

Emidio - "Agora ja perderam a vergona), meu caro escreve-se vergonha! "... é ja demais" o "ja" leva acento; JÁ. Basicamente um Xenófobo, Energúmeno que não sabe escrever de forma correcta (e vão 3).

Lucio Freire - "Depois um chupa no pau do outro!!!Coisa Demoníaca" Humm será que o demónio não anda por essa cabeça para imaginar o "chupa no pau" provavelmente lá no fundo tem umas costelas que precisam de "sair do armário"!

Enildo - Como a frase é grande... a pontuação está toda errada, faltam acentos e tem novamente erros de escrita, já agora gostava que me esclarece-se o que é uma família tradicional em pleno século 21? Basicamente um Xenófobo, Energúmeno que não sabe escrever de forma correcta (e vão 4).

Francisco - "... que aparecesse desaparecer" muito bem, conseguiu usar uma antítese, mal aplicada pois a frase não faz sentido! E uma vez mais alusão a doença e virús, como se apanha? Tranfusão de sangue? Espanha-se por vias respiratórias? Basicamente um Xenófobo, Energúmeno que não sabe escrever de forma correcta (e vão 5).

José - O próximo Darwin. Pois sabe que um casal de periquitos machos daqui a 200 anos irão dar crias. Isto aplica-se só aos periquitos ou a todas as espécies masculinas de poder ter crias? Aqui sim temos cientista! Anseio loucamente pela "A teoria da evolução das espécies" Vol. 2 por José!

Julio - Muito bem com a sua menção a países estremistas que matam homossexuais (como estes países tivessem "irradicado esta doença") e uma outra alusão aos gays serem sujos. Eu tinha amigos meus gays e de facto eles tomam mais vezes banho do que eu... Será que eu tenho algum problema? Aqui fico com problemas de identidade...

Ana Maria - Muito bom comentário numa perspectiva de marketing; vendas e moda! Ser gay está na moda? Peciso de uma análise SWOT, e uma análise económica e financeira para poder investir nesse negócio de moda gay.

Naomy Cipry - Alguém que vai para uma rede social anunciar que precisa de um namorado, minha querida algo de errado se passa contigo, pois acho que esse choradinho e oferta provavelmente terá o efeito não desejado que é encontrar um namorado.

Jose - "Problema dos gays e que eles" Uma vez mais muito bem escrito. Não sei como pode fazer uma assumpção dos gays quererem aparecer mais do que as mulheres? Mas lá terá os seus argumentos mas não se livra de ser basicamente um Xenófobo, Energúmeno que não sabe escrever de forma correcta (e vão 6).

Artur - Este é o meu PREFERIDO: "Vem ai" alguma coisa lhe deve ter doído... "esteróide que vai matar esta paneleiragem toda" Amigo o esteróide já veio e matou sim, os neurónios do seu cérebro. Mas nada como lançar uma campanha de "esteróide grátis para esta paneleiragem toda, para os matar"... Um Xenófobo, Energúmeno que não sabe escrever de forma correcta (e vão 7) adepto de drogas ou de cometas, e de astrologia (desculpem vesti a pele do Artur por uns momentos) astronomia em geral...

Marilia Otilia - "quere paneleirar" Porra existe este verbo, Eu paneleiro, Tu paneleiras, ele paneleira, nós paneleiramos, vós paneleirais, eles paneleiram. Humm não me soa muito bem... Um Xenófobo, Energúmeno que não sabe escrever de forma correcta (e vão 8).

The End!

Muitos mais comentário poderiam aqui aparecer, mas já tenho sono e tenho medo que esta doença possa ser disseminada via internet, não a "doença dos gays" mas a doença de começar a escrever coisas ainda mais sem sentido algum, com um montão de erros e aí sim poderei tornar-me num "Artur ou numa Marilia...

Sei que para a "doença Gay" existe cura, chama-se Respeito, Compreenção e Amor, agora cura para Idiotas, aqui tenho muitas dúvidas ou muitas certezas que exista.

Ainda hoje detetaram um erro num post meu... Humm será que já é indício da doença da Imbecilidade?

Provavelmente muitos dos que criticam e maldizem, são os primeiros a colocar like nesta música, pois não conseguem perceber o que a letra quer dizer, nem o que o video clip transmite!

Past, Present, Future!

por Narciso Santos, em 06.07.17

Dou por mim a pensar no hoje e no amanha, mas talvez a chave para este presente e futuro encontra-se enterrado no meu passado... O mundo tenta descobrir o presente e para onde caminhamos num futuro se o existir, e estuda o passado e o início da vida para descobrir estas respostas, desta forma o passado do mundo pode ter as chaves e as respostas para o nosso futuro, fazendo um paralelismo com tal coisa. Será que o nosso futuro como pessoas não poderá estar encerrado no nosso passado, em algo que deixamos para trás, ou algo que engavetamos na nossa mente e perdemos a chave e temos que abrir essa mesma gaveta, pois podemos deixar as coisas passar, pois esquecemos o que fomos...

Me, Myself and I

por Narciso Santos, em 28.06.17

"Não sou nada

Nunca serei nada.

Não posso querer ser nada.

À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo."

Álvaro de Campos

 

Porque danço a meio do dia. porque abro os olhos num sorriso imenso para o mundo. porque choro. porque me provo. porque erro. porque espero sempre alguém. porque sonho sempre de olhos abertos para o futuro. Porque sou inteiro quando te amo. Porque sou absoluto. Porque sou cavalo selvagem. porque sou a liberdade na flor. porque sou a presa fácil do amor. porque sou assim. apenas eu. apenas sonho. nuvem de fantasia. porque sou todo em ti. porque nada deixo para mim. porque me abraço. porque tenho frio. porque me acaricio. porque tenho fome. de ti. porque me olho ao espelho. e não te vejo. porque rodopio sozinho a meio do dia. porque sonho. Sempre. muito...

Hummm, este nome Narciso que me deram, começa a fazer algum sentido...

 

Meu Mundo

por Narciso Santos, em 27.06.17

Alguém me disse que  escrevia coisas tristes, melancólicas,  escuras (com razão), "tripla adjectivação uauuu", como se a minha alma fosse toda coberta por um denso fumo preto e que me bloqueava e não deixava transparecer outra coisa a não ser solidão e tristeza  pois.... São fases da vida....


Ando a fazer uma desintoxicação á minha alma, tentei pinta-la com as cores do arco íris e tentar por a minha vida mais colorida e acho que neste momento ela está no caminho do quadro colorido (não faltando um mês para regressar a casa), pode não ter as sete cores do arco íris  mas aos poucos vou conquistando essas cores uma a uma ate atingir o pleno, o nirvana a perfeição ...dizem que e impossível  eu respondo: Nada e impossível se lutarmos por ela...
Várias cores, vermelho, branco, amarelo.., muitos tons ... claro e calmo como todo o branco deve ser, apaixonado e efervescente como o vermelho deve ser, amarelo, luz, sol, calor... é assim as cores do meu mundo...

No meu novo novo mundo não haverá gravidade, eu me sinto muitas vezes a flutuar, como uma nuvem la no alto do céu .. não  vento nem chuva o que me remete á paz e ao nirvana.... no meu mundo  movimento, muito movimento, porque se parar morro... desloco-me nele como se visse um álbum de fotografias, sou transportado de foto em foto, de sensação em sensação  no meu mundo  pessoas(neste momento  consigo ter em minha companhia muitas pessoas boas).
 
O Problema é tão  muitos eus, "eus" feitos de "tus" que acabam por completar um eu que muitas vezes não sabe o que quer,mas ao mesmo tempo sabe e sabe como o alcançar  porque eu sou capaz, sou o que sou, chamem-me convencido ou o que quiserem  eu sei o que tenho na minha bagagem e ela cada vez mais vais aumentando...parece uma dicotomia e uma antítese estranha, mas  assim e que me consigo descrever... 

No meu mundo as memórias não passam de memórias... e o futuro será certamente brilhante, tipo um sonho em que acordamos com um sorriso na boca, um sonho bem sonhado.
No meu mundo  entra quem quer entrar,  entra quem conseguir entrar,  entra quem eu deixo entrar... os privilegiados tem acesso a este meu mundo... 

Eu entro no meu mundo. As vezes assusto-me com o que vejo, mas no fundo sorrio para ele!!!

Estranho comecei mal o dia mas sinto-me bem agora...

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Favoritos